MG: garoto de 12 anos que estuprou bebê pode ficar sob cautela provisória

Menor de idade confessou que abusou da menina, que seria filha de uma usuária de drogas. Avó da criança descobriu estupro no sábado, quando viu manchas de sangue na roupa da neta.

Icon

O delegado responsável pelas investigações do caso de um adolescente de 12 anos suspeito de estuprar uma criança de um ano e dez meses em Ibirité (MG), no último sábado, deve pedir cautela provisória de 45 dias para o jovem. De acordo com a Polícia Civil, só resta aguardar o laudo final do Instituto Médico Legal (IML).

O menor de idade confessou que abusou sexualmente da menina, que seria filha de uma usuária de drogas. A mãe da criança deixava as duas filhas aos cuidados do adolescente constantemente. O garoto foi agredido por dois supostos traficantes que ficaram sabendo do estupro. Ele levou coronhadas na cabeça e perdeu alguns dentes.

O juiz informou ainda que o jovem não quis falar sobre os homens que cometeram a agressão por medo. De acordo com a polícia, o menor também seria usuário de drogas e já foi apreendido outras duas vezes. Foi a avó da criança quem descobriu inicialmente o abuso quando percebeu manchas de sangue nas calças da menina.

nana - Enviado em 01/08/2012 12:38

Realista - Enviado em 01/08/2012 11:15

Luciane - Enviado em 01/08/2012 09:11