Policiais federais entram em greve em todo o país nesta terça-feira

Agentes reivindicam reestruturação salarial e da carreira. Sindicatos informaram que 30% do efetivo deve continuar atuando nos serviços considerados essenciais.

Icon

Os policiais federais de todo o país entram em greve a partir desta terça-feira. Segundo os sindicatos, apenas 30% do efetivo deve continuar trabalhando nos serviços considerados essenciais.

Os serviços de emissão de passaportes, fiscalização de empresas de vigilância, liberação de portes de armas e o atendimento a estrangeiros.

A categoria está reivindicando a reestruturação salarial e da carreira dos agentes, escrivães e papiloscopistas. O salário inicial das três carreiras é de R$ 7.500,00.

Um ato, com a participação de agentes da Anvida e Receita Federal, deve acontecer nesta terça-feira, a partir das 14h no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, São Paulo.