SP: cartão para tratamento de usuários de crack vai custar R$ 4 mi mensais

Cartão Recomeço terá um crédito de R$ 1.350 por mês para ser gasto pela família do viciado no seu tratamento. Prazo de validade para cada unidade é de 180 dias, tempo considerado suficiente para recuperação por especialistas.

Icon

O governo de São Paulo lançou na manhã desta quinta-feira o cartão Recomeço, que será usado para o pagamento de clínicas especializadas na recuperação de usuários de drogas. Cada unidade terá um crédito de R$ 1.350 mensais para ser gasto pela família do viciado no seu tratamento, o que custará R$ 4 milhões ao governo estadual.

O benefício começará a ser distribuído em 60 dias somente para maiores de idade. O prazo de validade para cada cartão é de 180 dias, tempo considerado suficiente para recuperação por especialistas. Ainda não está definido se o cartão poderá ser renovado para o mesmo usuário.

A escolha dos abrigos e clínicas ficará a cargo dos familiares. Um edital está previsto para ser lançado na próxima semana para o credenciamento das unidades de tratamento.

INDIGNACAO - Enviado em 10/05/2013 18:07

Mariah - Enviado em 10/05/2013 09:22

triste - Enviado em 10/05/2013 01:23